sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

PLANEJAMENTO ESCOLAR EJA 2013


O Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA) é o setor responsável em promover oportunidades educacionais aos jovens e adultos que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no Ensino Fundamental e Médio na idade própria.  

EJA nos Anos Finais do Ensino Fundamental e 
Ensino Médio

As equipes pedagógicas das Diretorias de Ensino e das Unidades Escolares devem considerar alguns princípios para reflexão e discussão que devem nortear a organização do Planejamento Escolar da EJA para 2013, ou seja, refletir sobre as características destes estudantes de EJA requer reflexões mais profundas devido às transformações que ocorrem na sociedade. As mudanças refletem-se na escola que impõe novos modos de aprender e de ensinar. Não podem ser esquecidos os critérios e princípios que podem orientar os docentes na direção de uma prática reflexiva, interdisciplinar e contextualizada para esta população. (PICONEZ, 2011) 

Desta forma, constituem alguns desafios para os professores da EJA: 

  • Utilizar uma metodologia adequada de ensino para a EJA, considerando as especificidades dos alunos jovens e adultos;
  • Considerar que os alunos da EJA já possuem crenças e valores formados; 
  • Respeitar a heterogeneidade de traços, origens, ritmos de aprendizagem e estruturas de pensamento. 

Com base nestes princípios e reflexões, constituem referenciais básicos para o Planejamento Escolar dos professores que atuam na Educação de Jovens e Adultos: 

a) O Currículo Oficial do Estado de São Paulo para as áreas do conhecimento. 

Assim como na modalidade regular, o Currículo do Estado de São Paulo para todas as disciplinas é o fundamento do trabalho educacional, prevendo competências, habilidades e conteúdos imprescindíveis para a formação do indivíduo. 

Os critérios que nortearam a seleção destes conteúdos e das atividades para a EJA encontram-se na apresentação desse material. Além disso, ao final do caderno correspondente a cada termo, o professor encontra um quadro-resumo das situações de aprendizagem e atividades sugeridas. Tal instrumento pode facilitar muito o trabalho do professor na seleção de conteúdos e materiais a serem utilizados nas aulas. 

b) Materiais didático-pedagógicos complementares. 

Nas escolas há uma variedade de materiais e recursos didático-pedagógicos à disposição do professor e do aluno para complementar e enriquecer o processo de ensino e aprendizagem e contribuir na seleção de temas e atividades que possam atender melhor às necessidades e interesses dos alunos da EJA, de acordo com os objetivos pedagógicos propostos nos planos de trabalho de cada professor. 


Alguns exemplos:
Feitas as considerações acima, para responder ao desafio do trabalho com a EJA, sobretudo em relação ao tempo de duração do curso, é necessário que o plano de curso: 

  • Seja bem articulado, composto por conteúdos curriculares e temáticos pertinentes aos alunos jovens e adultos; 
  • Traga uma proposta interdisciplinar a fim de articular os conhecimentos das diversas áreas que compõem o currículo; 
  • Contemple as habilidades essenciais que possibilitem aos alunos o prosseguimento dos estudos; 
  • Proponha situações de aprendizagem que privilegiem o protagonismo e a argumentação na construção de seu aprendizado. 


Fonte: Orientações para o Planejamento 2013, pg. 119 -124



Para ler o documento com orientações referente à modalidade EJA, 
acesse os link (s) abaixo










Veja orientações para planejamento escolar e volta às aulas

www.youtube.com






TEMAS TRANSVERSAIS



Direitos Humanos na escola - Francisco Cordão

www.youtube.com




Relações étnico-raciais e educação: Petronilha Silva 
www.youtube.com














CALENDÁRIO ESCOLAR 2013


www.educacao.sp.gov.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...